terça-feira, 1 de janeiro de 2013

O Morro Dos Ventos Uivantes - Emily Brontë


Título: O Morro Dos Ventos Uivantes
Autor: Emily Brontë
Editora: Lua de Papel
Ano: 2009
Número de Páginas: 292
Onde comprar: Submarino

Sinopse: Na fazenda chamada Morro dos Ventos Uivantes nasce uma paixão devastadora entre Heathcliff e Catherine, amigos de infância e cruelmente separados pelo destino. Mas a união do casal é mais forte do que qualquer tormenta: um amor proibido que deixará rastros de ira e vingança. "Meu amor por Heathcliff é como uma rocha eterna. Eu sou Heathcliff", diz a apaixonada Cathy. O único romance escrito por Emily Brontë e uma das histórias de amor mais surpreendentes de todos os tempos, O Morro dos Ventos Uivantes é um clássico da literatura inglesa e tornou-se o livro favorito de milhares de pessoas, incluindo os belos personagens de Stephenie Meyer.

De volta. De férias. Página 1 de 365. Um ano Novinho em folha para erros e acertos. Vamos falar sobre livros...
Bem, geralmente costumo fazer resenhas de livros que eu gosto, mas dessa vez vou fazer diferente, preparei para vocês uma resenha de um clássico da literatura inglesa “O Morro dos Ventos Uivantes”, que não considero ruim, porém não preencheu minhas expectativas.
Vamos a ele!
O Morro dos Ventos Uivantes foi escrito por Emily Brontë, que com seu único romance encantou os leitores ingleses na metade do século XIX. Foi lançado em 1847, e ressurgiu ao entrar na lista de livros prediletos da personagem Bella Swan, da série crepúsculo (motivo no qual me levou a conhecê-lo).
Em síntese o livro é narrado em primeira pessoa pelo Sr. Lockwood, novo inquilino da Granja da Cruz dos Tordos, uma propriedade do Sr. Heathcliff em Gimmerton na Inglaterra e depois contada por Ellen Dean (Nelly). Toda a história se dá pela curiosidade do Sr. Lockwood que ao visitar o Morro dos Ventos Uivantes (fazenda de Heathcliff que vem sido passado de geração pra geração), é mal recepcionado e depois disso pede a Nelly (governanta antiga da Granja) que lhe conte toda a história por trás dessas propriedades e seus moradores.
A partir de então Nelly descreve o surgimento do amor entre Heathcliff e Catherine, criados juntos, porém cruelmente separados, não por consequência do destino, mas sim como efeito de suas próprias escolhas. Cathy é egocêntrica, mimada e interesseira, do tipo que larga seu grande amor, por posição social e conforto. Heathcliff que devido às sequelas de seu passado se tornou um cara frio e selvagem, que mesmo passando por uma mudança favorável economicamente não deixa a rudeza de seus atos pra trás.
Não formei uma opinião conclusiva ou fechada a cerca do livro, acredito que uma nova lida me daria uma melhor visão por trás das ações dos personagens, enquanto não faço isso, minhas impressões? Concordo com Bella quando ela descreve em Eclipse que a única qualidade redentora desse casal, é o grande amor que compartilham. Fora isso, vemos apenas ódio e vingança, a insanidade adquirida após um amor não vivido e incompleto e o quanto caráter egoísta e obsessivo de ambos é temido e como esse destrói a vida de todos que vivem nessa região.
É esse amor doentio que os leva a um final trágico, Catherine se casa com Edgar depois que Heathcliff foge, quando retorna Cathy se vê dentro de um triangulo amoroso, enlouquece e morre ao dar a luz a um filho de Edgar, Heathcliff não suporta a perda e acaba tendo como objetivo de vida provocar sofrimento aos que ainda vivem.
A trama é um pouco parada, então paciência! Quando Heathcliff retorna lá pela página 84 e inicia seu plano de vingança é que a história começa a andar um pouco. Minha indicação fica para: 1) quem gosta de clássicos com uma linguagem rebuscada, daqueles que você fica consultando um dicionário vez ou outra; 2) para quem não curte muito romances românticos ou gosta de tragédias do tipo Romeu e Julieta, e 3) pra quem gosta de ver até onde as facetas que o caráter humano é capaz de ir.
Aguardo a opinião de vocês leitores. Divirtam-se!



20 comentários:

  1. Hmm... eu já pensei em comprar esse livro, parece bem legal. Mas não tenho certeza se iria gostar! Enquanto isso, fico lendo resenhas como a sua, que, aliás, ficou ótima!


    http://mondarikc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carlos,
      Tente ler, talvez goste!
      depois volte e me conte o que achou.
      bjos *-*

      Excluir
  2. Olá!
    Que pena que você não gostou do livro, eu amor ele, é um dos meus preferidos!


    Beijos
    Vaisy do blog Vem Ler Comigo!
    http://vemlercomigovem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que curioso, hehe
      é como eu disse, pretendo relê-lo quem sabe não melhoro meu conceito,
      bjos *-*

      Excluir
  3. Sinceramente, para mim esse livro foi chato em 99% dele.
    Não gostei dos personagens, do enredo... o que salva é a paisagem.
    Seria bem mais interessante se a história fosse da vida do inquilino...
    Bjss
    sete-viidas.blogspot.com

    P.S.: retire a verificação de palavras para facilitar os comentários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Monique, também não foi um dos meus favoritos...
      Seria bem legal uma participação maior do sr. Lockwood.
      É bom encontrar alguém que compartilha do mesmo ponto de vista que eu!!
      bjos.

      Excluir
  4. Jáá oouvii falar dele, quem sabe essa ano eu consiga ler : )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia e depois volte para me contar o que achou dele,
      bjos *--*

      Excluir
  5. Alessandra Fernanda4 de janeiro de 2013 14:22

    Ainda não li, mas com certeza vou ler esse ano, já que, comprei-o recentemente em uma promoção por 9,90. Espero gostar, mas depois que ler, volto pra dizer o que achei do livro.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa que legal essa promoção ;)
      Faça isso mesmo Alessandra, leia e me conte o que achou *---*
      bjinhos

      Excluir
  6. Muita gente não gosta desse livro, é verdade que ele é um pouco mais lento, mas creio que tenha a ver com a época que foi escrito e a época em que a história se passa. Acho que isso é a base da essência da obra de Emily. Eu gostei muito.
    Rafa
    Blog Melody
    http://rafaacarvalho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, não está entre meus favoritos...
      volte sempre =)

      Excluir
  7. Eu amo esse livro! Inclusive está na minha lista de releituras para 2013... Só confesso que não gostei nem um pouco dessa capa que colocaram na última edição. Muito feia e, na minha opinião, não tem nada a ver com a história. Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que dessa edição foi baseada nas capas da série Crepúsculo, por isso esses tons... mas ainda não vi a capa da primeira edição, deve ser mais significativa,
      Obrigada, visite sempre que quiser! bjos =))

      Excluir
  8. Já tentei ler esse livro, mas não consegui passar das primeiras 50 páginas e abandonei!
    Normalmente eu gosto de clássicos, mas achei esse com uma linguagem mais chata que a usual e ele não despertou o meu esforço.
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, eu consegui ler até o fim kkkk
      Mas esse desencanto também aconteceu comigo e é uma pena =/
      Visite sempre o blog, bjos *-*

      Excluir
  9. Ótima resenha! Eu tinha ficado pra ler esse livro, mas vou colocar outros a frente, não me empolguei muito...
    E outra que não me encaixo no tipo de pessoas que iria gostar hahahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu não gostei muito, mas quem sabe você goste...
      procure ler, e depois me conte o que achou!
      bjos Thah *-*

      Excluir